Eleitores podem justificar ausência às urnas pela internet e até 06 de dezembro

Os eleitores mineiros que não compareceram às urnas no primeiro turno do pleito de 2018 e não justificaram a ausência no próprio dia da votação têm até 06 de dezembro para apresentar o requerimento.

Os eleitores mineiros que não compareceram às urnas no primeiro turno do pleito de 2018 e não justificaram a ausência no próprio dia da votação têm até 06 de dezembro para apresentar o requerimento. O pedido pode ser feito por meio de formulário entregue no Cartório Eleitoral ou pela internet, usando a plataforma Justifica, disponível em www.tre-mg.jus.br .

Para acessar o sistema, basta clicar o menu “Eleitor e Eleições”, selecionar o item “Justificativa Eleitoral” e seguir as instruções. O cidadão deverá identificar-se corretamente no formulário, informar o motivo da ausência e anexar, de forma digitalizada, o comprovante da impossibilidade de comparecimento.

O deferimento não é automático, vai depender da análise do juiz eleitoral. Como o voto é obrigatório, só motivos considerados justos pelo magistrado dispensarão a multa. O andamento da solicitação pode ser acompanhado pelo sistema, que envia correspondência eletrônica para informar sobre o deferimento ou indeferimento.

Quem não votou e não teve motivo justo para isso deve procurar pessoalmente o Cartório Eleitoral, a qualquer tempo, para possível pagamento de multa e regularização da situação. Em Itaúna, o órgão funciona na rua Manoel Gonçalves, 44, Centro. Os eleitores que deixam de votar e não justificam a ausência às urnas ficam sujeito a uma série de sanções previstas em lei, como o impedimento de solicitar passaporte e de fazer matrícula em instituição de ensino superior. Quem não votar em três turnos seguidos, não apresentar justificativa e não quitar as multas devidas terá o título cancelado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.