Gustavo Mitre promete trabalhar em parceria com o Executivo municipal

A campanha vitoriosa de Gustavo Mitre, que chega à Assembleia Legislativa de Minas Gerais - ALMG - em janeiro de 2019, traz novas perspectivas para Itaúna. A falta de um representante na esfera estadual tem sido apontada como um dos principais entraves para o desenvolvimento da cidade e a esperança é de que a eleição de um político que tem fortes ligações com o município mude essa realidade. Em entrevista ao JORNAL S´PASSO, nesta quinta-feira, 11, Mitre falou um pouco sobre os planos e projetos que pretende defender durante o mandato

.

Como foi a campanha e qual o foco para conquistar o eleitor?

Esta foi uma campanha mais curta e na qual os amigos, os parentes e a comunidade itaunense ajudaram muito. Além do pouco tempo, não havia muitos recursos financeiros. Portanto, um pleito em que a proximidade com o eleitor fez muita diferença, assim como o uso das redes sociais, o WhatsApp e outras mídias, aliados ao contato pessoal. As pessoas tiveram a oportunidade de distinguir, entre os vários candidatos, quais os melhores para representá- -las.

Com tantos candidatos lançados por Itaúna e ainda a concorrência dos políticos de fora, apoiados por algumas lideranças locais, foi difícil conquistar a confiança do eleitorado itaunense?

O lançamento de várias candidaturas faz parte do jogo democrático. Todo cidadão tem o direito de pleitear um cargo eletivo, isso é legítimo. Apesar de que muitos disputam eleição sem chances reais de vencer, para ganhar uma visibilidade ou por algum outro motivo, algum outro objetivo, e acabam por prejudicar a cidade, que poderia ter uma representação na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal.

Contudo, os itaunenses entenderam o recado dos últimos quatro anos sem representatividade e resolveram nos dar um voto de confiança, para podermos levar as demandas do município à Assembleia Legislativa. É uma pena não termos também um deputado federal eleito.

Quais serão as suas principais bandeiras na Assembleia Legislativa de Minas Gerais?

Existem algumas bandeiras que eu gostaria de defender na Assembleia Legislativa. Eu sou radicalmente contra a criação e o aumento do valor dos impostos. Sou municipalista, acho que a gente tem que diminuir o poder do Estado e da União e deixar mais recursos para os municípios, que são a ponta de atendimento à população. Tem várias outras ideias que gostaria de implementar, mas o meu principal objetivo é representar bem a comunidade itaunense. Foi Itaúna que me colocou na Assembleia Legislativa. Foram os itaunenses que me ajudaram a chegar ao Legislativo Estadual e eu preciso deixar essas pessoas orgulhosas dos votos de confiança na minha candidatura.

Na área da Saúde, apesar de alguns avanços, ainda há necessidade de investimentos para ampliação dos serviços prestados à população. Como você pretende atuar nesse sentido?

Nós temos consciência que um dos grandes problemas da nossa comunidade é a área da Saúde. E pretendemos fazer uma parceria junto à diretoria do Hospital Manoel Gonçalves e Prefeitura para buscar melhorias, para buscar recursos e ampliar os serviços da nossa principal unidade de atendimento. Esta é uma das grandes necessidades da nossa comunidade eu já quero firmar o compromisso, dentro das minhas limitações, de fazer todos os esforços para que o nosso Hospital atenda cada dia melhor nosso povo.

Itaúna sofreu, nos últimos anos, as consequências da falta de um representante junto ao governo de Minas Gerais. Em sua opinião, quais foram os principais problemas gerados pela falta de um deputado da cidade e como pretende reverter isso, agora que ocupará uma cadeira na Assembleia?

Itaúna perdeu ao longo dos últimos anos vários serviços governamentais e importados. Nós pretendemos, da maneira que temos dito, por onde passamos, exercer um mandato compartilhado com a cidade de Itaúna. Nós faremos uma visita ao prefeito, à diretoria do Hospital Manoel Gonçalves, ao presidente do Centro de Desenvolvimento Socioeconômico e Empresarial, ao comandante da Polícia Militar, enfim, às autoridades e lideranças, para avaliar como devemos atuar e o que devemos reivindicar para comunidade itaunense. Tudo que estiver ao nosso alcance, faremos.

E em relação ao Executivo municipal? Você pretende trabalhar ao lado do prefeito Neider Moreira, na reconstrução dessas pontes com o Estado?

Eu sempre disse que o mandato não seria meu, seria da comunidade itaunense. Desta forma, independente de quem seja o prefeito, presidente da Câmara, diretor do Hospital, reitor da Universidade, presidente do Centro de Desenvolvimento Empresarial e de várias outras entidades, a minha função é auxiliar e lutar pelos interesses dos itaunenses. Então, tudo o que o prefeito, presidente da Câmara e demais autores necessitarem, poderão contar sim, com o meu mandato.

Você já tem projetos para apresentar?

Dentro dos projetos que a gente pretende buscar para o início de mandato, eu posso citar alguns. O primeiro é a construção do trevo, lá na saída para Itatiaiuçu, no Morro do Engenho, que é uma obra que é a população itaunense carece há muitos anos. Vamos buscar recursos para o nosso Hospital, para melhor atendimento à população, avaliar junto à diretoria da unidade como poderemos contribuir. Vamos analisar, junto com os delegados de Polícia Civil, com o comandante da Polícia Militar, como atuaremos para fortalecer a nossa área de segurança, que nós acreditamos ser uma questão sensível no momento atual. Vamos também tentar conversar com a Nascentes das Gerais e o governo do Estado, para ver se conseguimos a conclusão da duplicação da MG-050 até Divinópolis. Enfim! Nós temos vários bons projetos, vários bons planos para população. Eu gostaria de reiterar o meu compromisso total com os itaunenses.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.