Gustavo Ralf sobe ao pódio da última etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike

Depois de passar por Araxá, Ouro Preto e São Paulo, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike encerrou a temporada em Congonhas e teve participação de atleta de Itaúna. A competição reuniu um público de mais de 60 mil pessoas em todas as etapas, movimentando a economia das cidades que sediaram as provas. Entre os cerca de quatro mil participantes, Gustavo Ralf, divinopolitano que mora em Itaúna há aproximadamente seis anos.

A CIMTB Levorin é uma das competições de Mountain Bike mais disputadas do país, por contar pontos para o ranking mundial da União Ciclística Internacional – UCI –, fazendo parte ainda do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e Mineiro. Essa foi a 23ª edição.

Em Congonhas, no último fim de semana, subiram ao pódio os dez primeiros colocados, entre eles Gustavo Ralf. “Minha primeira CIMTB e já consegui ficar em quarto lugar na categoria EXPERT!”, comemorou o ciclista.

Nas redes sociais, Gustavo relatou um pouco como foi a prova. “Por onde iniciar? Acho que pela chuva. No sábado à tarde ela começou e não parou até o final da corrida no domingo! O trajeto já era duro sem barro e com o volume de chuva ficou escorregando igual quiabo. A estratégia era deixar tudo que eu tinha na pista, sem me machucar, e foi isso que eu fiz. Foram 38 quilômetros, em 1h48 de pura adrenalina. Consegui ficar quase o tempo todo junto do segundo colocado, mas o Thor me pegou e perdi a terceira posição, bem no finalzinho, na última trilha… A galera está forte! Parabéns a todos que completaram, não estava fácil para ninguém. […]”, publicou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.