Quarta, 15 Agosto 2018

Itaúna confirma três mortes por Febre Maculosa e reforça ações para combater o vetor da doença

Publicado em Cidade Segunda, 06 Agosto 2018 13:08
Avalie este item
(0 votos)

Trabalho das equipes de Saúde, Infraestrutura e Regulação Urbana inclui campanha educativa, além de limpeza e pulverização nas áreas de incidência do carrapato-estrela, como no entorno da Lagoa do Boulevard

Três pessoas, uma jovem de 20 e dois homens com 54 e 60 anos, morreram em Itaúna, por complicações da Febre Maculosa. Os casos, notificados em junho, como suspeitos, foram confirmados esta semana, pela Secretaria Municipal de Saúde, após a entrega dos resultados dos exames, realizados em Belo Horizonte. A constatação da causa dos óbitos por meio dos laudos, liberados só agora, acendeu o alerta para a necessidade de reforço à prevenção e combate ao vetor da doença, que é o carrapato-estrela.

A administração anunciou medidas para evitar a disseminação da enfermidade, principalmente no período de estia gem, mais propício à proliferação do artrópode. De acordo com informações divulgadas pela Prefeitura, as secretarias de Saúde, Regulação Urbana e de Infraestrutura estão em campo, num trabalho dividido em três ações paralelas. Na primeira delas, com apoio da Gerência de Meio Ambiente, foi intensificada a limpeza e pulverização de carrapaticida em áreas de incidência.

 O serviço já foi executado ao redor do Ginásio Poliesportivo Hélio do Carmo Maciel, no bairro Itaunense. E, nesta sexta- -feira, 03, as equipes atuaram no entorno da lagoa que fica no fim da avenida Jove Soares, próximo ao Pio XII, onde há grande número de capivaras, animal que é o principal hospedeiro do aracnídeo.

 Também faz parte do cronograma uma campanha educativa, a partir da afixação de cartazes em pontos estratégicos e distribuição de panfletos para orientar a população e divulgação de informações na mídia. Outra medida, é a sinalização dos locais onde possivelmente existem focos, como praças e parques ecológicos.

As equipes da Atenção Primária, que atuam nas unidades de Estratégia de Saúde da Família – ESF -, assim como funcionários do Hospital Manoel Gonçalves, receberam as diretrizes, a partir de uma nota técnica, com as diretrizes para o atendimento aos pacientes que tenham sido picados e manejo daqueles com suspeita da doença. Os agentes comunitários também levarão as recomendações aos domicílios durante as visitas de rotina.

 A identificação do carrapato- -estrela está entre as estratégias. De acordo com a gerente de Vigilância em Saúde, Maria Izabel Faria Dâmaso, fiscais da Superintendência Regional estiveram na cidade para coletar amostras, enviadas à Fundação Ezequiel Dias – Funed. O Município ainda não recebeu o resultado dos testes.

Prevenção

 A prevenção é a única maneira de evitar a contaminação pela Febre Maculosa. Por isso, é importante redobrar os cuidados e evitar áreas de pastagem e matas. Quem frequenta esses lugares deve usar roupas claras, de preferência calças, blusas de mangas compridas e sapatos fechados. Também é recomendado o uso de repelente com icaridina. Em caso de contato com carrapatos e aparecimento de sintomas como dor de cabeça e no corpo, mal-estar e febre, é fundamental procurar a unidade de saúde mais próxima de casa, para as providências cabíveis.

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd