Domingo, 23 Setembro 2018

Preços dos pescados dificultam tradição na Quaresma

Publicado em Economia Segunda, 26 Fevereiro 2018 17:31
Avalie este item
(0 votos)

A Quaresma, que começou na Quarta-Feira de Cinzas, 14, costuma alavancar a comercialização de pescados. No entanto, não está fácil para os religiosos trocar a carne pelos peixes durante o período, devido aos preços dos produtos, que, principalmente em função da demanda, ficam bem mais caros que em outras épocas. Antes das compras, os consumidores estão pesquisando bastante e muitos já optam por substituições para economizar. 

A reportagem conversou esta semana com alguns comerciantes, que confessaram estar desanimados em relação às vendas por causa dos valores com que as diversas espécies chegam aos estabelecimentos. Os mais baratos ganham a preferência. Diego Samuel, que é funcionário de um supermercado, disse que aumentou a procura por filé de panga, merluza e polaca, que custam a partir de R$ 6. "Esses são os que mais saem, já que pesam menos no bolso. Tivemos que repor o estoque nas últimas semanas", afirmou. 

Alternativa adotada pela dona de casa Maria dos Reis, que saiu junto do marido para comprar peixes e ficou surpresa com a quantia que teria que desembolsar. O casal contou que, com uma família composta por cinco pessoas, sendo que todas seguem à risca a tradição religiosa, a solução é levar para a casa o que está mais "em conta". "Sobe demais. Então, o jeito é verificar o que está acessível. Bacalhau e salmão, por exemplo, raramente vão para a nossa mesa", afirmou ela. 

Em Itaúna, a maioria dos pescados é comercializada já congelada e embalada. A relação custo x benefício é motivo de crítica. "Com o dinheiro que gasto em um pacote de peixe, que dá para uma refeição, eu compro carne para a semana toda", comenta Geralda Aparecida Resende. No entanto, para alguns, os preços e a qualidade dos produtos encontrados na cidade são atrativos. É o que garante a moradora de Itatiaiuçu, Tatiana Maria Antunes. "Vim resolver algumas questões aqui e aproveitei, pois está bem melhor que em meu município", constatou. 

 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd