Segunda, 20 Novembro 2017

Companhia Independente de Polícia Militar de Itaúna corre risco de rebaixamento

Publicado em Policial Segunda, 13 Novembro 2017 09:35
Avalie este item
(0 votos)

 

Elevada à Companhia Independente há quatro anos, a Polícia Militar de Itaúna pode retornar à antiga categoria. Está em andamento, em Minas Gerais, um estudo com o objetivo de avaliar as demandas, número de efetivo e índices de criminalidade nas regiões em que estão instaladas as unidades. O resultado do levantamento, conduzido por comissão formada no alto escalão da corporação, será o fator decisivo para a concretização de mudanças em diversas cidades.

Itaúna está entre os municípios avaliados. Com isso, há a possibilidade de a Companhia Independente voltar à classificação de Companhia Especial, apesar dos esforços, nos últimos tempos, para que seja alçada a Batalhão, cobrança antiga de autoridades locais, com foco em melhorias das condições para a segurança pública. De acordo com o comandante da PM, major Elson Geraldo de Andrade, a previsão é de que as análises sejam concluídas em dezembro.

 

Histórico da unidade

 

O aquartelamento da Polícia Militar em Itaúna foi inaugurado no dia 16 de setembro de 1981, data de instalação do 5º Pelotão da 53ª Cia PM, subordinada ao Batalhão, de Divinópolis.  Posteriormente, em 13 de janeiro de 1988 foi elevado para Companhia, que ganhou o “status” de Especial, em 23 de agosto de 1993.

No ano de 2002, reformas na estrutura do quartel possibilitaram ampliação do atendimento à comunidade e adequações às instalações para criação de futura unidade autônoma, em razão do crescimento e, consequente aumento das demandas de Itaúna. As melhorias foram viabilizadas pela parceria entre Município e Estado, além de empresários locais.

Em abril de 2013, o governo de Minas Gerais, em atendimento à solicitação do atual prefeito Neider Moreira, então deputado estadual, elevou a Companhia à Independente, instalada em 12 de dezembro do mesmo, com responsabilidade territorial sobre os municípios de Itaúna e Itatiaiuçu, e perspectiva de aumento de efetivo, mais equipamentos, viaturas e autonomia para o desenvolvimento do trabalho de policiamento ostensivo.

 

 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd