Sábado, 23 Junho 2018

Presos dois acusados de mais de 30 furtos ao comércio de Itaúna

Publicado em Policial Segunda, 11 Dezembro 2017 08:09
Avalie este item
(0 votos)

 

Uma operação da Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar para coibir a criminalidade, principalmente no período que antecede o Natal, resultou na prisão de dois homens, apresentados nesta semana. Marcos Ricardo de Jesus, mais conhecido como “Ricardinho”, de 37 anos, foi detido preventivamente, na segunda-feira, 27, após a Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, conseguir reunir provas contra ele. Na quarta-feira, 29, os agentes prenderam em flagrante Erleson Júnior Azevedo, 36.

De acordo com o delegado Diego Lopes, os suspeitos não têm ligação e ambos estavam sendo monitorados há pelo menos dois meses, em especial o Ricardinho. Segundo as investigações, apesar de praticar a mesma modalidade criminosa, eles agiam individualmente, realizando furtos em datas e situações diferentes, além de invadir estabelecimentos comerciais distintos. A estimativa da Polícia Civil é de que cada um tenha cometido entre 15 a 20 arrombamentos, embora nem sempre tenham conseguido levar produtos.  

“O Erleson chegou a invadir, durante uma noite, praticamente todas as lojas da rua Melo Viana. Em uma dessas ações, a Polícia Militar, juntamente com as informações passadas pelos lojistas, por meio das câmeras de segurança, conseguiu prendê-lo em flagrante. A Polícia Civil em análise, juntando todas essas provas, conseguiu junto ao Poder Judiciário a prisão preventiva desses dois indivíduos, justamente visando combater o aumento dos crimes contra o patrimônio, principalmente no comércio”, explicou Diego Almeida Mendonça. 

Ricardinho e Erleson já possuíam diversas passagens por furto e tráfico de drogas. Ainda de acordo com o delegado, provavelmente os itens provenientes dos crimes eram trocados por drogas. “Os dois têm a característica latente de serem viciados em crack”, comentou Diego. 

A Polícia Civil informou que outros suspeitos da prática no município estão sendo investigados. “São crimes que em tese têm as penas mais brandas, mas incomodam e assustam a sociedade de forma muito forte”, disse o delegado. 

Os representantes de ambas as instituições disseram que as câmeras de alta definição instaladas nos estabelecimentos comerciais afetados foram fundamentais para solucionar os casos. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL -, Maurício Nazaré, afirmou que atualmente mais de 500 equipamentos estão instalados nas lojas da cidade, oferecendo mais subsídios para que os órgãos de segurança pública possam realizar melhor as investigações e efetuar as prisões.

O comandante da 5ª Companhia de Polícia Militar Independente, major Elson Geraldo de Andrade, comentou que um dos grandes problemas enfrentados hoje é a reincidência desses criminosos. “Quando eles são presos pela primeira vez, podem esperar o julgamento em liberdade e até que então, os bandidos já cometeram vários outros furtos”, disse. De acordo com o oficial, só até o mês de setembro, a PM já realizou 801 prisões, 72 em cumprimento de mandados, e apreendeu 132 menores. 

 

 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd