Quarta, 15 Agosto 2018

Eugênio Pinto retira pré-candidatura à Câmara Federal

Publicado em Política Segunda, 06 Agosto 2018 10:25
Avalie este item
(0 votos)

Apesar de condenações, ex-prefeito garantia estar apto e otimista para a disputa

Na edição da semana passada, o JORNAL S’PASSO publicou entrevista do ex-prefeito Eugênio Pinto, filiado ao Partido Social Democrata Cristão – PSDC, e que estava como pré-candidato a deputado federal. Até então, o político aguardava a convenção, realizada no sábado, 28, para definir os rumos da sigla nas eleições de 2018. Após a reunião, o ex- -prefeito de Itaúna divulgou vídeo nas redes sociais, informando a desistência da corrida eleitoral e afirmando ainda que avaliará um nome para apoiar.

 A movimentação do ex-petista para disputar um cargo em 2018, surpreendeu a população, por causa de processos e condenações. Em junho de 2016, o Superior Tribunal de Justiça – STJ – sentenciou Eugênio Pinto a ressarcir os cofres públicos pelos recursos gastos com publicidade para promoção pessoal, além de determinar a suspensão dos direitos políticos dele, deixando-o inelegível até 2020. Além disso, em 2017, foi publicada, também pelo STJ, uma nova decisão, em primeira instância, que impede o antigo gestor municipal de participar de pleitos por oito anos.

 Mesmo assim, Eugênio se filiou ao PSDC no dia 04 de abril e trabalhava na pré-campanha a deputado federal. Na conversa com a reportagem, ele afirmou que estava apto e otimista para concorrer a uma vaga na Câmara e que não havia impedimentos para isso.

Outros três já desistiram das candidaturas: Leonardo Lopes, Rosse Andrade e Aristides Ribeiro de Carvalho Filho, o Tidinho.

Convenção define futuro de Osmando

 Osmando Pereira da Silva garantiu ao JORNAL S´PASSO, em entrevista por telefone, na noite desta quinta-feira, 02, que segue como pré-candidato a deputado estadual pelo Partido da Social Democracia Brasileira - PSDB -, apesar dos rumores de que a sigla já retirou o nome dele da disputa. O tucano disse que só não disputará se apresentado um concorrente com melhor projeto.

Informações obtidas junto a uma fonte na executiva do PSDB de Minas Gerais são de que a candidatura de Osmando pode ser inviabilizada principalmente pela falta de recursos do fundo partidário. Nesse caso, ficaria garantida a campanha do “tucano” Domingos Sávio para a reeleição na Câmara e firmada uma “dobradinha” com Gustavo Mitre, que, hoje no Partido Social Cristão - PSC - busca apoio para pleitear uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerais - ALMG. A convenção do PSDB será realizada amanhã, 05.

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd