Quarta, 15 Agosto 2018

Justiça Eleitoral autoriza campanha nas ruas em 16 de agosto

Publicado em Política Segunda, 06 Agosto 2018 10:40
Avalie este item
(0 votos)

Candidatos a deputado, senador, governador e presidente terão 52 dias para apresentar e discutir propostas

 

A maior e mais abrangente campanha eleitoral dos últimos oito anos também será a com menos tempo para os candidatos apresentarem e debaterem propostas junto à sociedade. Isso porque, desde a aprovação da reforma, em outubro de 2015, esta será a primeira vez que partidos e coligações terão menor prazo para a propaganda gratuita no rádio e televisão e menos tempo para as ações nas ruas.

 A atual legislação começou a vigorar em 2016 nas eleições municipais. Concorrentes ao cargo majoritário e a uma cadeira na Câmara foram autorizados a levar slogans e projetos para as ruas e para a internet a partir de 16 de agosto. Em 2018, a data foi mantida e cairá numa quinta-feira, um dia após o prazo limite para os políticos requererem registro de candidatura à Justiça Eleitoral. O início da mobilização abre as portas para a distribuição de material gráfico, realização de comícios e carreatas, além da veiculação de propaganda na internet, desde que não paga.

O horário eleitoral gratuito no rádio e televisão será transmitido a partir de 31 de agosto, o que significa a diminuição de dez dias, em comparação à última campanha de presidenciáveis, em 2014. A definição do tempo de TV, ao qual terão direito os candidatos e coligações, ainda será publicada pelo Tribunal Superior Eleitoral – TSE -, após os Tribunais Regionais elaborarem, ao lado dos partidos e a representação das emissoras o plano de mídia para uso da parcela do espaço destinado à exibição das propostas.

O fim da propaganda nos veículos de comunicação será em 04 de outubro. O dia 06 foi estabelecido como a data limite para a distribuição material gráfico e realização de caminhadas e carreatas, bem como a veiculação de jingles com mensagens dos candidatos. O pleito está marcado para o domingo, 07, das 08h às 17 horas. Os eleitores votarão primeiro, em um deputado estadual, um deputado federal e dois senadores; depois no governador e, por fim, para presidente.

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd