Domingo, 23 Setembro 2018

Itaúna é contemplada com projeto inovador para monitoramento e combate ao Aedes aegypti

Publicado em Saúde Sexta, 29 Junho 2018 19:05
Avalie este item
(0 votos)

Itaúna é uma das oito cidades do Centro-Oeste mineiro contempladas com o “Projeto de Ampliação da Vigilância Entomológica para Monitoramento do Aedes aegypti”. A iniciativa visa a implantação de ovitrampas, equipamentos que constituem um método sensível, específico e barato para controlar a população do inseto, transmissor da Dengue, vírus Zika, Chikungunya e Febre Amarela, em área urbana. Para orientar as referências de endemias dos municípios envolvidos, a Regional de Saúde de Divinópolis realizou, nesta quarta-feira, 20, treinamento relacionado ao sistema.

De acordo com o responsável técnico, Robson Barbosa, as armadilhas simulam o ambiente perfeito para a procriação. Ele explicou que um vaso de planta preto é preenchido com água, que fica parada, atraindo o mosquito. Nesse recipiente, os profissionais do setor inserem uma palheta de madeira, que facilita à fêmea colocar os ovos. “Já fazemos a pesquisa larvária, mas agora vamos medir o índice na localidade onde a ovitrampa estiver, para mostrar, precisamente, a quantidade de focos”, comentou. A Secretaria de Estado de Saúde pretende iniciar o trabalho em 135 cidades. Na região, além de Itaúna, o programa atenderá Bom Despacho, Divinópolis, Santo Antônio do Monte, Formiga, Itaúna, Pará de Minas, Campo Belo e Santo Antônio do Amparo. As ovitrampas são consideradas mais uma importante para a prevenção às doenças provocadas pelo inseto, já que junto do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti – Liraa – contribuirão para o combate ao vetor. 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd