Proposta de acolhimento aos moradores de rua é apresentada e discutida pelo Consepi

Durante reunião do Conselho de Segurança Pública de Itaúna – Consepi – na quarta-feira, 31, representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social apresentaram projeto que visa solucionar as questões referentes aos moradores de rua, hoje em grande número na cidade. Diagnóstico feito pela pasta apontou que 70% dos andarilhos passam a viver nas vias públicas por causa de problemas com familiares. A maior parte dessa população é composta por homens. Os levantamentos mostram ainda que uma grande parcela tem dependência química de álcool e outras drogas.

A Assistência Social anunciou que, frente às dificuldades para conseguir levar essas pessoas para o albergue, realizará um mapeamento, com foco na ampliação das políticas públicas. Também foram reforçadas as estratégias para a inclusão do público no Cadastro Único, que permite o acesso aos programas de transferência de renda do governo federal.

As abordagens aos moradores de rua, para encaminhamento aos serviços prestados pela Prefeitura, também têm sido intensificadas, conforme as informações divulgadas durante a assembleia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.