Quinta, 29 Junho 2017

Sociais 1195

Segunda, 26 Junho 2017 15:47

 

 

 

A implantação do sistema municipal de trânsito, projeto aprovado pelos vereadores, vai trazer o Estacionamento Rotativo de volta ao centro de Itaúna. E já era tempo. O rotativo democratiza os espaços na praça. Hoje, há quem pare de manhã e tira o carro à noite.

 

Estão em pleno vapor os preparativos para a 17 edição do Troféu Evidência,  que este ano será no dia 21 de outubro no Grande Teatro da Universidade de Itaúna.

 

O competente Euder Monteiro, do Cartório Eleitoral, foi o feliz aniversariante de ontem, dia 23 de junho e recebeu os parabéns de amigos e familiares. Ele, além de profissional nota 10, é um ser humano impar. Felicidades para Euder que tanto merece!

 

Troféu Evidência II

Diversas empresas já confirmaram adesão ao Troféu Evidência 2017 que reúne, em noite festiva, as maiores lideranças empresariais, políticas e profissionais liberais de Itaúna,  Mateus Leme e Juatuba.

 

Troféu Evidência III

Entre no site do Jornal S´Passo e sugira o nome da entidade ou profissional que merece ser homenageado com o Troféu Evidência 2017. Este ano, a festa terá grandes atrações artísticas, além de apresentação de Leopoldo Siqueira, do Alterosa Esportes.

 

Como obter uma carreira de sucesso sendo Professor

 

A Unopar Itaúna convida você para participar do evento “Como obter uma carreira de sucesso sendo Professor!” no dia 27 de junho, as 19h30, no Teatro Silvio de Matos, pelo simbólico valor de R$10, onde teremos mesa redonda com Tânia Andrade e Contação de histórias com Marilene Franco. Adquira seu ingresso em nossa unidade da Av. Getúlio Vargas, 734, Centro.

 

 

 

 

 

 

O funcionário de uma farmácia no Morada Nova teve a motocicleta roubada na manhã de terça-feira, 20. O crime foi praticado quando o homem chegava para trabalhar. Ele estacionou o veículo em frente o estabelecimento com a chave na ignição e o capacete no guidão e quando abria as portas da loja, um indivíduo se aproximou e embarcou na moto. A vítima tentou impedir, contudo, o elemento sacou uma arma e efetuou dois disparos para cima, fugindo em seguida. O veículo foi localizado na tarde desta sexta-feira, 23.

 

 

 

 

 

 

A Polícia Militar realizava patrulhamento pelo Morada Nova, na noite de segunda-feira, 19, quando a guarnição avistou duas pessoas, que logo ao notar a presença da viatura, na rua João Rodrigues de Oliveira, fugiram. Os adolescentes de 16 e 17 anos foram contidos pelos policiais. Perto de um dos menores havia uma porção de maconha. Ele confessou ser o dono da droga, que comprou de outro jovem, por R$ 20. Durante a abordagem, a mãe do rapaz autorizou a entrada dos militares em sua residência, onde foi localizado um tablete da mesma substancia, com quase 400 gramas.

 

 

 

 

 

 

Uma mulher foi encontrada ferida na madrugada de quinta-feira, 22, no bairro Murilo Gonçalves. O filho acionou a Polícia Militar ao chegar em casa e encontrar a mãe, de 51 anos, caída, inconsciente e com diversos ferimentos. Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu - foi até o local e prestou os primeiros socorros, encaminhando a vítima para o Hospital Manoel Gonçalves em seguida. 

Os exames preliminares identificaram dois cortes no pescoço, em ambos os lados, um de 20 centímetros e outro de aproximadamente 10 cm, o que fez a mulher perder grande quantidade de sangue. Além disso, foram constatados hematomas também na cabeça. No imóvel, os militares localizaram uma faca com lâmina de 15 cm suja de sangue, e também um pedaço de madeira. As indicações são de que as agressões começaram no quarto, pois os travesseiros estavam manchados e o lençol da cama sujo com fezes. Até o fechamento desta edição, não havia pistas sobre o crime.

 

 

 

 

 

 

Um posto de combustíveis na rua Silva Jardim foi alvo de criminosos na madrugada de sexta-feira, 16. De acordo com relato de um dos funcionários do local, dois homens chegaram ao estabelecimento em uma moto. O condutor, já com arma de fogo em punho, anunciou o assalto. Enquanto isso, o passageiro desceu do veículo e instalou um explosivo próximo ao cofre, danificado apenas externamente. Os autores fugiram rapidamente, sem conseguir roubar nada.

 

 

 

Em meio às comemorações pelos 40 anos da 7ª Região de Polícia Militar, os militares do Centro-Oeste realizaram na quarta-feira, 21, a Operação Esmeralda. A intenção era executar um conjunto de ações preventivas e repressivas, promovendo a segurança nos 50 municípios que constituem a região. A 5ª Companhia de Polícia Militar Independente concentrou os esforços em Itaúna e Itatiaiuçu, com uma equipe de 30 policiais, em dez viaturas. O saldo do trabalho nos dois municípios foi positivo, com o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão, entre outras ações. No total, 105 pessoas abordadas, 79 veículos fiscalizados e um apreendido, cinco presos e uma quantidade significativa de drogas apreendidas. A ação teve auxílio também de denúncias no 181, que indicaram a localização dos procurados.

 

 

 

 

A Polícia Civil de Itaúna prendeu os suspeitos de participação no homicídio de um casal de idosos em Itatiaiuçu, no início deste ano. Paulo Saraiva Vilela, 74, e a esposa Cleusa Antunes Vilela, 59, foram encontrados mortos na casa toda revirada. O crime deixou a comunidade em choque. No último dia 13, uma operação capturou cinco suspeitos do crime.

As investigações apontaram que os assassinatos foram motivados por uma dívida de venda de gado, negócio feito entre Gerson Emiliano, conhecido como Gordo, e Paulo. Gerson teria encomendado o crime a Felippe Alves de Oliveira, Marcell Sylvestre Guerra, o “Ceceu”, e João Alves Gonçalves Filho, com a promessa de que a vítima estaria com R$ 30 mil guardados na propriedade rural. O dinheiro ficaria com eles caso encontrassem os cheques do mandante. Também foi preso Antônio Ananias de Carvalho Neto, o Netinho, apontado como cúmplice de Gerson em uma quadrilha que aplicava golpes na compra de bois. 

Felippe e Marcell são ainda acusados pela morte de Ian Rairon da Silva, no último dia 05 de maio. O corpo do rapaz foi encontrado na Barragem do Benfica, com vários ferimentos. A vítima estava enrolada em um cobertor cheio de pedras, com a cabeça e os braços amarrados.

Homicídio no parque do Morada Nova

Foi preso nesta quarta-feira, 21, o suspeito de matar Eustáquio Ricardo dos Reis, no início do mês no Morada Nova. A vítima de 48 anos foi encontrada já sem vida no Parque Ecológico do bairro, na madrugada do dia 08. As investigações apontaram como possível autor Wakson Dias da Cunha, de 35 anos. A hipótese é de crime passional. Eustáquio tinha um corte profundo no pescoço e outras escoriações na cabeça.

 

 

 

 

 

 

Os homicídios de mulheres têm sido destaques nas páginas policiais de Itaúna neste ano. No último domingo, 18, uma jovem de 23 anos foi assassinada pelo companheiro, e o corpo abandonado em um terreno baldio às margens da MG-431, próximo ao Parque de Exposições. Horas após o crime, o rapaz, Deilon Cesar Antunes Gabriel, 20, se entregou à Polícia Civil e confessou a autoria do assassinato. 

De acordo com as informações da corporação, o crime ocorreu por volta das três da manhã, quando o acusado levou de carro Helen Poliana Ferreira Rosa para o local ermo. Deilon alegou que em uma crise de ciúmes esganou a namorada até a morte, arrastando o cadáver até um lote vago. Alegando arrependimento, ele procurou as autoridades e relatou o caso. Militares foram até o ponto indicado onde encontraram a vítima. 

A jovem estava grávida de quatro meses e os dois já tinham um filho de três anos. As investigações da Polícia Civil apontaram ainda um possível envolvimento de Deilon na morte da mãe de Helen, Maria de Fátima Ferreira Rosa, 40, em fevereiro deste ano. Ela teria denunciado o rapaz há cerca de um mês ao descobrir a participação do namorado no crime. A investigação trabalha com a hipótese de o jovem ter matado a companheira para silenciá-la. O rapaz já possui passagens policiais.

 

 

 

 

 

 

 Está sendo investigado pela Polícia Civil, o caso de um advogado de 24 anos, que alega ter sido agredido por um policial militar durante festa na véspera do feriado de Corpus Christi, em Itaúna. A confusão foi em uma casa noturna às margens da MG-431, em frente à Universidade de Itaúna, e o motivo, de acordo com a vítima, um mal entendido envolvendo times de futebol. 

Marco Túlio Marques Nogueira denunciou o fato nas redes sociais. No texto divulgado, o jovem explica que estava no estabelecimento, acompanhado de uma prima e uma amiga. Ao se afastar para ir ao bar, ele foi surpreendido pelo militar e atacado com diversos socos. O advogado caiu inconsciente, sendo socorrido por outros participantes do evento. O momento da agressão foi registrado pelas câmeras de segurança. Marco Túlio compartilhou ainda imagens dos ferimentos no rosto. O jovem precisou ser levado ao Pronto-Socorro e recebeu pontos na boca. 

Na postagem ele conta ainda que logo ao despertar procurou a equipe de seguranças da casa de shows. “Após recuperar minha consciência fui questionar se já haviam expulsado o agressor. Um dos profissionais disse que sim, mas que o agressor se identificou como policial e afirmou que não daria nada para ele, pois além de ser um militar, eu teria provocado chamando-o duas vezes de Maria, porque estava com a blusa do Cruzeiro”, explicou. “Maria” é um substantivo usado pejorativamente contra torcedores do clube. Marco Túlio ressaltou que realmente falou por diversas vezes o nome, mas para chamar uma das amigas.

Em contato com o capitão da 5ª Companhia de Polícia Militar Independente de Itaúna, Alexsandro Souza, a reportagem obteve a confirmação de que o acusado integra a corporação na cidade. Ele disse ainda que como o suspeito não estava em serviço, o inquérito fica a cargo da Polícia Civil, com apuração instaurada no âmbito administrativo, mas sob o aguardo da finalização do inquérito criminal. O capitão lembrou também que o militar ainda não foi ouvido. Se for apontado como culpado ao fim da investigação, será acionado o regulamento interno para decidir as medidas a serem adotadas.

Logo após sair do Hospital Manoel Gonçalves, ainda na noite de quarta-feira, 14, o advogado foi até o quartel registrar a ocorrência. Ele contou que acionou a Polícia Militar na casa noturna, porém, com a demora da viatura, os amigos acharam prudente levá-lo ao Plantão para cuidar dos ferimentos. Nesta semana, Marco Túlio voltou à unidade policial para formalizar a queixa, além de ter realizado exame de corpo de delito. O caso está sendo investigado pelo delegado Diego Lopes, e é tratado como lesão corporal. O rapaz já foi ouvido e o militar intimado para prestar depoimento. A Ordem dos Advogados do Brasil – OAB - de Itaúna também está acompanhando o caso, que teve grande repercussão nas redes sociais e em jornais de circulação em todo o estado. Um grande número de pessoas tem manifestado apoio ao jovem.

 

 

 

 

 

 

A noite deste sábado, 24, promete muitas emoções para o público no Teatro Vânia Campos. A cantora e atriz Maria Helena Corgosinho vai apresentar, a partir das 20 horas, o espetáculo “Lembranças”, em que revive momentos importantes da trajetória nos palcos, acompanhada de Fábio Rezende, no saxofone, e Túlio Oliveira, no violão. A produção é de Juliana Lima e os ingressos, que custam R$ 10, podem ser adquiridos antecipadamente na rua Melo Viana, 87, Centro. 

Natural de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, Maria Helena Corgosinho veio para Itaúna ainda bem jovem e aos 14 anos foi convidada para atuar como locutora na Rádio Clube, onde permaneceu por três anos. A partir da década de 1960, ajudou a movimentar o cenário cultural da cidade, com a criação do Grupo Teatral Ita, e interpretou personagens emblemáticas, como a Dulce, da peça “A Ditadora”, apresentada no antigo Cine Bagdá. Na mesma época, já casada e com filhos, participou e foi classificada em um concurso de música em Betim, com letra de autoria própria, musicada por Cosme Silva. 

A artista iniciou os estudos de piano em 1970. Do segundo casamento, com Ismar Pena, violinista, surgiu uma bela parceria musical, com grande sucesso no município e região. No ano 2000, o duo integrou o grupo de sarau Maria Esther Matos e Maria Helena buscou o aperfeiçoamento, nas aulas de canto. A dedicação às artes garantiu a ela a oportunidade de realizar outros dois espetáculos, dirigida por Marco Antônio Lara: “O Grande Amor”, em 2015, e “De Villa ao Samba”, 2016.

 

 

 

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd