Sábado, 20 Janeiro 2018

 

Servidores do Estado de Minas Gerais têm sido bastante prejudicados com os constantes atrasos para pagamento dos vencimentos mensais, que, em alguns casos, de acordo com o valor da remuneração, ainda são escalonados. E a situação parece ainda mais complicada, diante de denúncia feita pelo deputado estadual Fabiano Tolentino, nesta semana, no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG. De acordo com o parlamentar funcionários públicos estaduais estão recebendo cobranças de instituições financeiras por empréstimos consignados cujas parcelas já foram descontadas em folha. 

“As prestações são quitadas e o Estado não repassa ao banco. Tem gente com nome indo para o Serasa e Serviço de Proteção ao Crédito porque os recursos são retidos. Recebi várias reclamações nesse sentido”, comentou. 

Em 2016, um jornal de Belo Horizonte publicou matéria sobre supostas “pedaladas” do Executivo de Minas Gerais com dinheiro do funcionalismo. A reportagem, veiculada em 19 de maio do ano passado, dizia: “A maior parte dos bancos e das financeiras que oferecem linhas de crédito consignado para servidores públicos do Estado de Minas Gerais estaria suspendendo novas operações de financiamentos à categoria, por não estarem recebendo as parcelas. (…) o Estado não estaria repassando aos bancos as parcelas descontadas da folha de pagamento dos funcionários que contraíram empréstimos consignados”. 

Ao abordar o assunto, Fabiano Tolentino frisou que é prática recorrente deste governo a apropriação de valores para o custeio da máquina pública. O deputado ressaltou a gravidade do problema e pediu aos colegas que contribuam com medidas de advertência a Fernando Pimentel. 

“Isso é crime! É apropriação indébita. Esta Casa precisa apurar isso a fundo, porque não podemos admitir que um governo faça isso. Precisamos analisar essa situação com cautela, mas com muita urgência. O responsável, secretário de Planejamento ou governador, tem que ser preso, porque está pegando algo que não lhe pertence. Isso é um absurdo e não podemos nos calar”, bradou. 

 

 

Já está quase tudo pronto para o lançamento da decoração de fim de ano na Praça Doutor Augusto Gonçalves, previsto pela Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL – e a Prefeitura, parceira do projeto, para a noite de sábado, 25. A iniciativa visa incentivar as compras de presentes e produtos para as festas da época na própria cidade, com o intuito de fomentar a economia local, contribuindo para a geração de emprego e renda. E, nesse sentido, a proposta apresentada para este ano pela entidade e o governo vem ao encontro da importância de resgate do espírito natalino, sobretudo em um ano marcado por inúmeras dificuldades deixadas pela crise política e financeira. 

A ideia é promover um “Natal de Luz”. Por isso, toda a área central terá iluminação especial, bem como a árvore em estrutura metálica, que será instalada no meio da Praça da Matriz. Mas, a grande novidade de 2017 ficará por conta de um boneco “de neve” de cinco metros de altura, feito com 1.400 garrafas PET, por membros da Cooperativa de Reciclagem e Trabalho – Coopert -, sob a coordenação da Gerência Municipal de Proteção ao Meio Ambiente. 

“Idealizamos a peça para que a mesma seja uma grande atração, levando alegria para as crianças e todos os demais que passarem pelas imediações do chamado Laguinho. E, ao mesmo tempo, aproveitaremos a ocasião para conscientizar as pessoas quanto à importância da coleta seletiva no município e sobre como cada um pode contribuir, por meio da separação correta do lixo e destinação nos dias certos, além, é claro, da redução do consumo”, explica a bióloga Aline Moura, responsável pelo departamento. 

 

Sorteio de carro 

 

A campanha Natal Fantástico, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL - começa na segunda-feira, 20, e segue até 09 de janeiro. Além do sorteio de um carro Fiat Mobi 0km, serão distribuídos dez vale-compras de R$ 500 e 300 instantâneos, de R$ 100. Ao todo, foram investidos R$ 130 mil na promoção. 

 

 

A Cooperativa de Reciclagem e Trabalho – Coopert – acaba de receber mais um importante reconhecimento, em nível nacional. A entidade é uma das dez ganhadoras do Prêmio Caixa Melhores Práticas em Gestão Local, que teve concorrentes dos quatro cantos do país. A premiação é concedida a cada dois anos, com a seleção de projetos sustentáveis, que geram impacto na qualidade de vida nas comunidades onde são executados. A proposta é divulgar e valorizar as experiências bem-sucedidas, contribuindo para que as mesmas sejam disseminadas em outras localidades e sirvam de exemplo. A cerimônia de entrega está marcada para 05 de dezembro, em Brasília. 

O Caixa Melhores Práticas, que em 2017 chega à décima edição, é inspirado no Best Practices and Local Leadership Programme ONU/Habitat, o escritório regional da Organização das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos na América Latina e Caribe. As iniciativas avaliadas concentram trabalhos nas áreas de habitação, gestão ambiental e saneamento, desenvolvimento, inclusão e ação social. 

Os finalistas passaram, a princípio, por avaliação de comitê composto por representantes das áreas estratégicas da instituição financeira. Após essa etapa, um júri, formado por 11 especialistas, de setores afins do governo e da sociedade civil, analisou os projetos classificados e apontou os vencedores. As organizações e entidades premiadas recebem troféus, certificados e a divulgação no catálogo da Caixa, além de participarem de filmes e exposições. 

O pioneirismo de Itaúna na gestão dos resíduos sólidos tem garantido à cidade lugar de destaque. O modelo possibilita à Coopert reaproveitar, em média, 23% do total de materiais recolhidos na cidade, proporcionando, ainda, emprego e renda para mais de 70 famílias envolvidas no processo de triagem. Os próprios catadores realizam todo o processo de coleta seletiva na cidade, por meio de contrato de prestação de serviços firmado com a Prefeitura. A entidade foi fundada em março de 1999 e se tornou referência no cenário nacional. 

 

 

 

Um dos diferenciais dos Jogos Escolares de Itaúna – JEI - é a realização de uma etapa voltada exclusivamente para as instituições de ensino da zona rural. Na edição 2017, a Escola Municipal José Antunes Ribeiro, do Córrego do Soldado, ficou em evidência, ao vencer a fase, na modalidade de queimada Módulo II. Entre os meninos, de dez e 11 anos, o estudante Rafael Souza Alves Pereira ganhou destaque pela atuação. 

Na disputa geral com as instituições da área urbana, incluindo colégios particulares, a unidade educacional ainda garantiu a quinta colocação e o quarto lugar no Módulo Itaúna I, masculino, de oito e nove anos, a mesma posição que conquistou na classificação geral do JEI. A escola ainda ficou na 14ª colocação geral no atletismo. 

 

 

Uma das comunidades rurais mais movimentadas de Itaúna, localizada a aproximadamente 20 minutos da região central do município, o Córrego do Soldado tem a sinalização comprometida. A maioria das placas na estrada de acesso à rodovia MG-431 estão enferrujadas e outras cobertas por arbustos, como as que indicam a velocidade máxima permitida e as curvas. A via já foi palco de muitos acidentes, alguns graves, o que reforça a necessidade de mais atenção por parte do poder público. 

 

 

 

O cemitério, registrado como o mais antigo da cidade, é um dos pontos que mais despertam atenção dos visitantes no Córrego do Soldado. De acordo com o professor de História e responsável pelo programa de Educação Patrimonial do Departamento de Cultura, Geraldo Fernandes Fonte Boa, a construção existe provavelmente desde o século XVIII, quando a região ainda era uma fazenda.

Atualmente, o cemitério pertence à Diocese de Divinópolis. O espaço está inventariado pelo Município, mas não é tombado como patrimônio. Porém, a própria população pode solicitar que seja classificado como um bem histórico da cidade.

“Qualquer pessoa pode mandar um ofício ao Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural, Artístico e Ecológico de Itaúna, o Codempace, e pedir o tombamento. Basta justificar, dizendo que o local faz parte da história de Itaúna, por exemplo, e fazer uma descrição da estrutura. A partir de então, será feito um laudo, para busca de mais informações e pessoas que possam contribuir com dados sobre a história. Se concretizado o processo, o lugar não poderá sofrer alterações”, explicou Fonte Boa.

 

 

O Córrego do Soldado é a única comunidade rural de Itaúna que possui um representante na Câmara Municipal. Nas eleições de 2016, o vereador Silvano Gomes foi o candidato que recebeu mais votos no povoado, 113, número que equivale a 35,8% do total da apuração na região, enquanto outros 202 foram divididos entre 70 candidatos. 

A expectativa era de que o retorno do comerciante ao Legislativo, garantiria mais atenção à população local. No entanto, nos primeiros dez meses de mandato, os únicos projetos que o parlamentar conseguiu aprovar para o Córrego do Soldado foram para denominação de duas ruas. Enquanto isso, os moradores aguardam melhorias infraestruturais e na saúde, além de programas sociais e esportivos.

 

 

 

Os únicos elementos que ainda estão em bom estado de conservação no campo de futebol de Córrego do Soldado são as traves do gol. A comunidade, que já disputou várias edições do Campeonato Rural, assiste hoje à deterioração do espaço, completamente abandonado, tomado pouco a pouco pelo matagal e praticamente sem grama. 

Os vestiários, também invadidos pelo mato, foram depredados e vândalos abriram até buracos nas paredes. De acordo com depoimentos ouvidos pela reportagem, atualmente o único local adequado para a prática de esportes no povoado é a quadra do Centro Comunitário, utilizada pelos alunos da Escola Municipal José Antunes Ribeiro.

 

 

 

 As principais reclamações do povoado de Córrego do Soldado, ouvidas esta semana pela reportagem do JORNAL S’PASSO, são referentes à falta de estrutura das ruas e ao funcionamento da unidade de saúde que atende a região. A situação das vias é precária e moradores afirmaram que gostariam de uma assistência mais ampla, por um período maior, no posto. 

“Quando chove, fica intransitável, colocam terra e piora. A unidade de saúde fica aberta só até meio-dia e o médico só vem uma vez por mês”, comentou Milton Domingos Nogueira. 

O comerciante Francisco Alberto contou que existe um compromisso da atual administração de calçar algumas ruas. “A pavimentação em volta da igreja é uma promessa antiga. No período de chuvas, enfrentamos muitos transtornos porque vira um lamaçal e é um lugar com muito movimento. O prefeito Neider Moreira falou que vai arrumar isso. Estamos esperando. A zona rural é muito deixada de lado, sempre foi, principalmente o Córrego do Soldado, não entendemos o porquê”, disse. 

 

Comércio enfraquecido

 

A comunidade rural sempre foi muito freqüentada por moradores de toda a cidade, devido às festas e bares, que costumavam ter um bom movimento. No entanto, comerciantes relataram ao JORNAL S´PASSO que o comércio local ficou bastante enfraquecido em meio aos efeitos da crise econômica que assolou o país nos últimos anos. A queda significativa nas vendas, em variados segmentos, tem feito muitas pessoas desistirem de permanecer no ramo. 

 

 

 

Entre os dias 20 e 24 de novembro será realizada em Itaúna a Semana da Família. A iniciativa, da Secretaria Municipal de Assistência Social, tem como objetivo o fortalecimento de vínculos e valores, por meio de várias atividades com temas relacionados ao convívio e entrosamento. Para a abertura, na próxima segunda-feira, das 15h às 17 horas, está prevista palestra, na sede da pasta, que fica na rua Godofredo Gonçalves, no Centro. A programação segue na terça-feira, com rosa de conversa, dinâmica de integração e piquenique, na sede do Projeto Rio São João/Horto, das 14h às 16h. Para quarta-feira, foi reservada uma conversa sobre a construção da imagem familiar e logo após, uma confraternização, no Centro de Referência de Assistência Social –Cras – da Vila Tavares. Quinta-feira, entre 15h e 17h, o Centro Comunitário da Vila Nazaré, onde funciona o programa Meu Bairro é Mais, recebe as ações. O encerramento, na sexta-feira, terá eleição da Rainha e Princesa da Melhor Idade, das 19h às 22h, no Centro de Convivência do Idoso “Maria Cândida da Silva”. 

 

 

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd