Segunda, 16 Julho 2018

O Parque Ecológico Cordovil Fonseca, que fica no bairro Cerqueira Lima, completa sete anos no mês de agosto e, embora seja o que está em melhor estado de conservação, há queixas de moradores. A principal reclamação é em relação à retirada da areia do parque. A Prefeitura removeu o material e substituiu por grama, o que desagradou os pais das crianças que costumam ir ao local.

 

 

A justificativa para a troca, de acordo com os relatos, foi provocada pela necessidade de manutenção com maior frequência, anteriormente. Ainda conforme as apurações da reportagem, um frequentador chegou a oferecer areia nova e um cercado para o parquinho, a fim de evitar a entrada de animais. Mas, a doação teria sido recusada. A população do entorno cobra ainda mais segurança para espaço, devido à presença, principalmente no período noturno, de vândalos, alguns, inclusive, detidos recentemente.

 

 

Uso do local

 

 

Para os moradores da região, o espaço poderia ser melhor aproveitado. Algumas sugestões são pela instalação de uma academia ao ar livre, possibilitando aos pais condições para se exercitarem enquanto as crianças brincam; um horto, para utilização como uma espécie de laboratório de estudo ao ar livre; e também a realização de eventos culturais, com serestas e apresentações teatrais, entre outras atividades.

 

 

O Parque Ecológico Cordovil Fonseca atrai famílias de toda a cidade, que vão ao local para fazer piqueniques e aproveitar o ambiente agradável, cercado pela mata e com um lago repleto de peixes e patos. O local também é muito utilizado como cenário para fotografias e é apontado como um dos principais pontos turísticos de Itaúna.

 

 

Em 2015, a Secretaria Municipal de Esportes realizou pela primeira vez na cidade uma colônia de férias gratuita para as crianças entre sete e 11 anos, durante o recesso escolar de julho. Uma das propostas viabilizadas pela iniciativa foi um passeio ao parque. Muitos meninos e meninas ainda não conheciam o espaço e ficaram encantadas com a lagoa e os animais.

A Casa de Caridade Manoel Gonçalves pretende realizar diversas melhorias da unidade de saúde, que atende centenas de pacientes de Itaúna e região, diariamente. E, com o objetivo de arrecadar os recursos necessários a essas obras, a instituição deu início a algumas ações, entre as quais, um bazar, cujo lucro será revertido ao projeto.

 

 

Além de participar, a população pode ajudar com roupas, calçados, acessórios, utilidades domésticas e artigos de cama, mesa e banho. Esses itens serão vendidos durante o evento, garantindo o aumento da renda. As doações podem ser entregues no Centro Administrativo do Hospital ou depositados em caixas de coleta que estão disponíveis na sede do Legislativo (avenida Getúlio Vargas, 800, Centro). Mais informações pelo telefone 3249 – 5348.

A Usiminas está com inscrições abertas para o processo seletivo do Programa Jovens Profissionais 4.0. A iniciativa tem o objetivo de desenvolver colaboradores com uma visão ampla e que, após esse período de imersão na rotina da empresa, tenham condições de atuar de forma estratégica, com foco em inovação, novas tecnologias e melhoria de processos, por exemplo.

 

 

Durante dois anos, os selecionados irão conhecer todas as frentes da Usiminas – siderurgia, mineração, bens de capital, transformação do aço e logística. Eles também participarão de treinamentos específicos dentro dos pilares de gestão, formados por pessoas, clientes e resultados. Depois dessa preparação, serão direcionados para as áreas onde irão trabalhar de forma fixa. As oportunidades são para as cidades de Itatiaiuçu e Belo Horizonte, Ipatinga, Cubatão, Guarulhos, São Paulo e Porto Alegre.

 

 

Podem participar graduados em nível superior, de julho de 2016 até julho de 2018. Há vagas para os profissionais de Administração, Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Economia e Estatística; Engenharia de Automação, Civil, da Computação, Elétrica, Eletrônica, de Materiais, Mecânica, Mecatrônica, Metalúrgica, de Minas, de Produção, Química e de Sistemas; além de Matemática.

 

 

É necessário ter proficiência em inglês e disponibilidade para viagens e mudança. As inscrições devem ser feitas diretamente em www.usiminas.com, até 11 de junho. O processo seletivo é composto por provas online de inglês, lógica; dinâmica de grupo e entrevistas. As atividades terão início em setembro.

Católicos itaunenses iniciaram os preparativos para a celebração da Solenidade de Corpus Christi, no próximo dia 31. Na ocasião, a Igreja comemora o Santíssimo Sacramento da Eucaristia. A programação em Itaúna conta com missas e procissões em diversas paróquias.

 

 

A comemoração foi trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses com o costume de ornar as ruas e locais por onde passavam esplendorosas procissões com tropas, cavaleiros, danças e cantos. Em Minas, a confecção dos tapetes começou na antiga Vila Rica, hoje Ouro Preto, no ano de 1733, época da inauguração da Matriz do Pilar, e era conhecida como “Festa do Triunfo Eucarístico”.

 

 

Na Paróquia de Sant’Ana, a cerimônia de Corpus Christi começa a ser preparada com bastante antecedência. Para homenagear o “Cristo Vivo”, um tapete é elaborado em volta da Praça da Matriz de Sant’Ana, com coordenação da gestora cultural Bel Abreu.

 

 

A tradição teve início há mais de 50 anos e continua a reunir um grande número de artistas plásticos, desenhistas e pessoas com atuação nos mais variados segmentos. Na ornamentação são usados materiais recicláveis ou descartáveis, doados pela comunidade e empresas, como pó de café, areia, cascas de ovos, serragem, raspas de couro, de pneu, entre outros. Os interessados em contribuir podem deixar os itens na Casa Paroquial, na Praça Doutor Augusto Gonçalves, 344, Centro.

 

 

Em um tapete que representa a devoção dos católicos, todos os detalhes são observados, começando pelo antecipado tingimento dos produtos e o traçado feito pelo serviço municipal de topografia. Os desenhos estampados no chão representam a fé das centenas de pessoas, empenhadas em embelezar a procissão do Santíssimo, celebrando a Eucaristia.

 

Programação da Paróquia de Sant´Ana

 

27/05 – 08h30 – Oficina sobre confecção de Tapetes Centro Pastoral Pe. José Ferreira Netto

28/05 – 19h – Adoração em todas as comunidades da Paróquia

29/05 - 19h – Palestra: “A presença real de Cristo na Eucaristia” Centro Pastoral Sant’Ana - (Vila Tavares)

30/05 – 19h – Adoração na Matriz, seguida Celebração da Palavra.

31/05 - 07h – Missa na Matriz e benção de envio para confecção do

 

Tapete de Corpus Christi

 

08h – Confecção do tradicional “Tapete” em torno da Praça da Matriz;

16h30h – Procissão em torno da Praça da Matriz, seguida da Celebração Eucarística.

Executivo Mineiro ainda acumula débitos de R$ 2 mi em recursos do Fundeb e transporte escolar

 

 

Apesar das declarações recentes do governador Fernando Pimentel sobre a regularização das transferências dos repasses constitucionais aos municípios mineiros, relatório atualizado pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais - Cosems/MG - esta semana, mostra uma realidade bem diferente. Somente com o setor, prioritário, incluindo inúmeras demandas de baixa, média e alta complexidade, a dívida do Estado é astronômica. A reportagem teve acesso ao documento e apurou que no caso de Itaúna, os débitos são de R$ 10.307.129,26.

 

 

A situação tem motivado constantes protestos entre os gestores de praticamente todos os municípios mineiros. Isso porque o descumprimento das obrigações pelo Executivo estadual prejudica significativamente a prestação de serviços essenciais, inviabilizando ainda melhorias no atendimento, previstas em convênios assinados e muitas vezes “esquecidos”. Os dados apresentados pelo Cosems/MG mostra a gravidade desse problema, uma vez que os atrasos dificultam até mesmo a assistência farmacêutica, a partir da distribuição de medicamentos aos usuários da rede pública.

 

 

A dívida com Itaúna engloba ainda recursos que deveriam ser destinados a ações e desenvolvimento de projetos de Vigilância em Saúde, como por exemplo, no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças; cirurgias; exames; Atenção Básica e o incentivo do Programa de Fortalecimento e Melhoria dos Hospitais, o Pro-Hosp.

 

 

O JORNAL S´PASSO apurou que ainda estão atrasadas as transferências constitucionais referentes ao transporte escolar, Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - Fundeb -, e piso mineiro destinado à Assistência Social, totalizando R$ 2.095.011,91. O descumprimento do compromisso do Estado em relação aos repasses do Fundeb, por exemplo, que é receita vinculada, prejudicou os educadores da cidade. A folha de pagamento sobre os dias trabalhados em abril, com vencimento em maio, só pôde ser quitada nesta quinta-feira, 17, e ainda assim porque o Município complementou o valor necessário para garantir os depósitos, cerca de R$ 380 mil.

Mesmo após o Serviço Autônomo de Água e Esgoto - Saae - ter informado não ser capaz de arcar com o pagamento de prêmio por produtividade para todos os funcionários, o vereador Joel Arruda se posicionou contra a atitude da diretoria-geral de suspender a concessão do benefício.

 

 

A bonificação era concedida a apenas detentores de três cargos e por isso vinha gerando mal- -estar entre os servidores. A situação foi até denunciada ao Ministério Público. Em 2007, a criação de uma lei beneficiou fiscais com bônus de 40% em cima do salário-base e, já em 2014, os dirigentes da autarquia na época, incluíram os oficiais práticos e leituristas.

 

 

A concessão do bônus somente para essa parcela do funcionalismo causou revolta. Desde então, servidores alegavam que não era justo apenas os encarregados receberem a gratificação, tendo em vista que o trabalho para cumprimento de metas é feito em equipe. Sob a orientação de advogado, uma dessas pessoas que se sentiram prejudicadas levou o caso ao Ministério Público.

 

 

A lei que deu origem à bonificação estabelecia que fosse criado um decreto, regularizando a concessão do prêmio por produtividade, o que não foi feito. O MP recomendou a devida regulamentação ou o corte do benefício. O Saae optou por cancelar os repasses, sob a justificativa de que ou todos os servidores deveriam receber ou nenhum. Tendo em vista a viabilidade econômica da ação, uma vez que a folha de pagamento do Saae hoje é de R$ 1 milhão, a diretoria optou por paralisar o pagamento do prêmio.

 

 

Autarquia faz consulta pública

 

 

O Saae solicitou ao Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico Região Central - CISAB-RC – um estudo para avaliar o reajuste dos valores das tarifas cobradas pela autarquia. O órgão é responsável por definir preços e assegurar o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos. A análise é feita mediante mecanismos que induzam a eficiência e eficácia dos serviços públicos e que permitam a apropriação social dos ganhos de produtividade, no âmbito dos municípios que delegarem esta atribuição à instituição.

 

 

A autarquia já encaminhou os documentos e informações necessárias para os estudos relativos à solicitação e foi elaborada pelo corpo técnico do CISAB-RC a minuta que será apresentada ao Conselho Municipal de Saneamento de Itaúna. Outra ferramenta usada para a garantia do controle social é a consulta pública. A população teve até esta quinta-feira, 17, para enviar contribuições, dúvidas ou sugestões a respeito do serviço prestado.

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral - TSE - decidiram nessa quinta-feira, 17, por unanimidade, que os partidos políticos - diretórios nacionais, regionais e municipais - terão mais 90 dias corridos, a contar de 30 de abril de 2018, para complementar informações e fazer eventuais correções nas prestações de contas relativas a 2017.

 

 

Na oportunidade, os ministros julgaram petição das siglas PMDB, PROS, PTB, PMN, PSDC, PRP, PTC, PPS, PC do B, PP, PT e Avante para a suspensão do uso do sistema adotado pela Justiça Eleitoral em 2017. Com a medida, os partidos poderão acessar os dados já entregues e fazer correções sem o risco de tais intervenções serem entendidas como erro ou omissão. Ficou decidido também que o prazo prescricional só começa a correr a partir dos 90 dias da prorrogação. A decisão vale somente para as prestações de contas de 2017.

O Legislativo autorizou a concessão de uso de imóvel pela empresa VBL Fundidos Eireli. Durante o debate acerca da matéria, o vereador Alex Arthur ressaltou a importância da medida para o aumento da geração de emprego e renda na cidade. “Ficamos felizes em ajudar o empreendimento a crescer e com isso garantir mais oportunidades para os trabalhadores itaunenses”, afirmou.

A instalação provisória de uma rampa na unidade de Estratégia da Saúde da Família – ESF -, do bairro Jadir Marinho foi o estopim para que parlamentares cobrassem do Executivo intervenções para garantia de acessibilidade em toda a cidade. O vice-presidente da mesa diretora, Giordane Alberto, apresentou foto do dispositivo, que, segundo ele, é de madeira, foi mal colocado e não oferece condições adequadas aos usuários.

 

 

“Sei que a estrutura não ficará definitivamente no local, mas, ela foi feita na gestão passada e é preciso que seja reparada e depois construída uma nova, de cimento. As pessoas com mobilidade reduzida e os cadeirantes têm dificuldade. É uma questão de segurança mesmo”, falou.

 

 

Pegando “carona” na fala do colega, Anselmo Fabiano, disse que medidas simples nesse sentido podem gerar benefício significativo.

 

 

O parlamentar lembrou também a falta de acessos em um dos lados da Praça Dr. Augusto Gonçalves e disse ainda que o problema não atinge somente os portadores de deficiências. “É uma questão que envolve toda a população”, frisou.

Projeto de resolução estabelece comissão formada por agentes políticos e representantes da sociedade civil organizada

 

A mesa diretora da Câmara Municipal criou um projeto de resolução para instituir um “Grupo de Trabalho”, visando alternativas para a cobrança da “Taxa do Lixo”, instituída pelo ex-prefeito, Osmando Pereira da Silva, em 2015. A matéria tem como objetivo garantir uma solução para as inúmeras reclamações da população, em relação aos critérios utilizados na fixação de valores do tributo e na execução dos serviços pelo Município.

 

 

“Ante a situação vivenciada, o poder Legislativo não pode quedar-se inerte! O cidadão exige uma postura firme de seus legítimos representantes!”, justificam os dirigentes da Casa. “Por isso, achamos por bem envolver o maior número possível de pessoas na busca democrática das soluções, de forma distanciada do componente partidário, que muitas vezes não contribui”, alegaram.

 

 

O projeto, que ainda não foi colocado para votação em plenário, estabelece que a comissão tenha prazo de 120 dias, prorrogáveis por igual período, para apresentar o estudo com as medidas plausíveis. A proposta é uma composição com membros da Câmara, das secretarias municipais de Saúde, Regulação Urbana, Assistência Social, do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – Saae, de órgãos públicos federais ou estaduais e dos conselhos comunitários, entre outros setores não governamentais.

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd