Sexta, 19 Janeiro 2018

 

Na tarde de domingo, 19, uma empresa que fica na rua João Herculano Pereira, no bairro Santa Mônica, teve um equipamento furtado. No local, a Polícia Militar se deparou com um homem de 49 anos e, perto dele, um refletor desconectado. O elemento foi preso em flagrante pela PM e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.

 

 

 

Funcionários de uma loja do ramo de eletroeletrônicos, localizada na Praça Doutor Augusto Gonçalves, no Centro, viveram momentos de pânico no início da tarde desta quinta-feira, 23. Eram aproximadamente 13 horas, quando dois indivíduos entraram no estabelecimento e um deles, levantou a camisa para mostrar que estava armado, anunciando o assalto. A dupla roubou 42 aparelhos de telefone celular que estavam expostos na vitrine. Os bandidos fugiram sem deixar pistas.

 

 

 

Com o objetivo de discutir a atual situação de Itaúna em relação à criminalidade e as propostas para redução dos índices, as principais entidades ligadas ao comércio e à indústria da cidade se uniram para realizar o seminário “A segurança que quero, eu ajudo a construir”. Entre os propósitos da iniciativa está o de levantar os deveres do estado e de todos os cidadãos em relação ao setor, apresentar estatísticas, fatores que favorecem as ações dos bandidos, seja contra o patrimônio, empresas ou pessoas, além de avaliar estratégias que possibilitem a prevenção. 

O encontro será realizado no Edifício CDE (Centro de Desenvolvimento Econômico e Social), no dia 05 de dezembro, em três horários: das 08 às 11h, das 13 às 16h e das 18 às 21h. O palestrante José Levi da Silva Lucas é bacharel em Direito, juiz de paz e presidente da Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública – Acasp. Ele também possui formação em Polícia Comunitária e experiência em trabalhos sociais. Os interessados podem se inscrever mediante doação de um quilo de alimento não perecível, no dia do evento. 

A realização é do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac -, Associação Comercial e Empresarial – ACE -, Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL - e Sindicato do Comércio Varejista de Itaúna – Sindicomércio, com apoio do Sicoob Centro-Oeste, Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Itaúna – Sindimei, Associação dos Contabilistas de Itaúna – Aconita - e Conselho Municipal de Segurança Pública – Consep. Mais informações pelos telefones 3249-1751/3249-1750, ou no Edifício CDE, que fica na rua Capitão Vicente, 129, Centro.

 

 

Idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada – BPC – têm até 31 de dezembro de 2018 para atualização dos dados no Cadastro Único. Os que não passarem pelo processo, até essa data, conforme norma estipulada pela União, perderão os proventos garantidos por meio do programa de transferência de renda. O prazo estipulado pelo governo federal terminaria no fim do próximo mês, mas houve prorrogação.

O Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS – é um auxílio federal, garantido aos idosos, a partir dos 65 anos. Também são contemplados deficientes, de qualquer idade, mediante avaliação médica do INSS, que evidencie impedimentos de longo prazo, de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, em situação de pobreza, em que a renda familiar não ultrapasse um quarto do salário mínimo em vigor, que hoje é de R$ 937, valor repassado mensalmente aos beneficiários.

Em Itaúna, para inscrição no CadÚnico ou recadastramento, basta comparecer à sede do Bolsa-Família, localizada na rua Godofredo Gonçalves, 491, Centro. O atendimento é feito das 07h às 10h e das 13h às 16h. Mais informações pelo telefone 3241.2386.

 

 

 

Na noite de terça-feira, 21, o sargento Paulo César, da 5ª Companhia de Polícia Militar Independente de Itaúna, coordenou a terceira reunião para instalação da Rede de Proteção Preventiva, no Centro. Estiveram presentes 31 moradores, que receberam orientações sobre a formação dos laços, escolha dos líderes e decisões finais para a implantação do sistema. Durante o encontro, o militar enfatizou a importância da contribuição da comunidade para redução da violência.

 

 

 

Na última semana, a Polícia Militar prendeu dois homens por tráfico de drogas, uma delas, no bairro Novo Horizonte. Após a corporação receber denúncias de que um indivíduo andava armado pela região, uma equipe foi ao endereço indicado para realizar buscas na casa do acusado. Durante a  operação, não foi localizada a arma de fogo citada. No entanto, a guarnição encontrou no bolso de uma bermuda porção considerável de cocaína, embalagens plásticas, dinheiro e um aparelho celular. Um jovem de 25 anos estava no imóvel e assumiu a propriedade do tóxico, sendo preso em flagrante. Ele possui diversas passagens criminais.

O outro caso foi registrado no Centro da cidade, onde militares avistaram um indivíduo que consideraram em atitude suspeita. O homem, 41 anos, escondia um embrulho em arbusto localizado na rua Florentino Pereira, no momento do flagrante. O pacote continha 93 pedras de crack, embaladas para a venda. Ainda de acordo com a PM, o elemento já é conhecido por envolvimento com o comércio de entorpecentes.

 

 

 

Álcool e volante não combinam. Todos sabem disso, no entanto, muitos não respeitam as normas que proíbem o consumo de produtos etílicos antes de assumir a direção de um veículo. Para coibir a prática, a 5ª Companhia de Polícia Militar Independente de Itaúna intensificou, nos últimos dias, a operação “Lei Seca”. A medida tem a finalidade de ampliar a fiscalização, reduzindo os abusos e, consequentemente, ampliando a segurança nas ruas.

O trabalho, que teve ponto alto no feriado pelo Dia da Proclamação da República, em 15 de novembro, foi realizado em várias regiões da cidade. A PM submeteu, em uma única tarde, 34 pessoas ao teste do etilômetro, equipamento conhecido popularmente como bafômetro, após abordagens e revistas de 89 condutores, um deles detido. Três motoristas tiveram a Carteira Nacional de Habilitação – CNH – apreendidas. Ao todo foram fiscalizados 70 veículos, sendo um deles apreendido. Também foram feitos cinco autos de infração de trânsito.

 

 

 

Nesta segunda-feira, 20, João Paulo Henrique Silva, preso em 26 de setembro de 2016, sentou-se no banco dos réus, no Salão do Júri do Fórum da Comarca de Itaúna, sob a acusação de assassinar Geovane Romário Vilela. De acordo com os autos, o crime foi motivado por vingança, visto que o rapaz havia sido agredido pela vítima, meses antes, ao ser flagrado furtando galinhas, em uma propriedade no Vale dos Pequis, na zona rural. Ele recebeu a sentença de 12 anos de reclusão. 

Na sexta-feira, 17, foi realizado o julgamento de Helisson Vargas Guimarães, pela tentativa de matar um homem, em janeiro de 2016, na rua Crispim Rodrigues, no bairro Juscelino Kubitschek. Alvejado por oito tiros, o comerciante Luciano Marques da Silva, teve perfurações no pulmão, intestino e ainda fraturou dois braços. No local do crime, os policiais apuraram que Luciano havia sido chamado por Helisson para uma conversa, que terminou em discussão, segundo testemunhas, por causa de uma dívida que o agressor tinha com ele. O rapaz foi condenado a cumprir oito anos e oito meses.  

 

 

 

A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig - oferece mais uma oportunidade para clientes que têm contas de energia em aberto regularizarem essa situação junto à empresa. Durante a campanha de negociação de débitos, que termina em 03 de janeiro, os consumidores terão condições diferenciadas para o pagamento das faturas atrasadas. As vantagens compreendem desde a isenção de multas e juros nos casos de quitações à vista a opções de parcelamento mais atrativas.

Para atender à demanda, a Cemig disponibilizou, com exclusividade, o número de telefone 0800-721.7003, que estará de plantão no período das 09h às 21h, de segunda a sexta-feira, e, aos sábados, das 09h às 15h, para negociação e parcelamento das dívidas em todo o estado. Os interessados também podem solicitar o atendimento presencial na agência, que em Itaúna fica na avenida Getúlio Vargas, 1.190, Centro. 

Os parcelamentos poderão ser realizados pelo titular da fatura – mediante a confirmação dos dados cadastrais no contato telefônico ou apresentação do CPF ou Carteira de Identidade, na unidade. Há possibilidade também de encaminhar representante legal, com a devida documentação e procuração para esse fim. 

 

 

 

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais – BDMG – oferece facilidades para concessão de  financiamentos a micro e pequenas empresas. Desde segunda-feira, 20, o capital de giro ficou mais barato e poderá ser utilizado para diversas finalidades, como o pagamento de 13° Salário, equilíbrio do fluxo de caixa, compra de máquinas e equipamentos, reposição de estoque e expansão do negócio, com taxas a partir 1,48% e prazo de até 48 meses para pagar (taxa anterior: 1,64%). 

Esta é a terceira vez que o BDMG adota essa medida. A primeira foi em abril deste ano e a outra em agosto. A instituição financeira credita a revisão permanente dos preços é possível graças à queda na Selic, captações com custos mais baixos, redução dos spreads e cortes de gastos internos realizados na atual gestão.

 

 

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd